Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um pássaro sem poiso

Palavras soltas, livres, voando por aí

Um pássaro sem poiso

Palavras soltas, livres, voando por aí

08.08.20

30/30 | 10


Isa Nascimento

Já não me importo

Que chegues quando podes

Que partas quando precisas

Que fiques apenas o suficiente

 

Aprendi a contentar-me com o suficiente

 

Já não quero mais

Porque as horas que me sobram

Já não custam a passar

Matei as saudades

Afoguei-as no fundo do mar

Num dia qualquer

De um agosto qualquer

Nas nossas vidas inconciliáveis

 

Aprendi a reconciliar-me sozinha

 

Já não espero

Desfruto, simplesmente, do possível

Acolhendo o que tens para me dar

Sem queixume

 

Aprendi a não desejar

 

Agosto de 2020

20200516_163056.jpg

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.