Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um pássaro sem poiso

Palavras soltas, livres, voando por aí

Um pássaro sem poiso

Palavras soltas, livres, voando por aí

09.08.20

30/30 | 11


Isa Nascimento

Naquele dia detive-me

A olhar para o areal da praia

Primeiro para as ondas formadas pelo vento

Depois para os cacos deixados pelas conchas

Para as penas, altivas, à espreita

 

Refinei então o olhar, passando à contemplação

Das pedras, intrusivas, que reclamam o seu espaço

De cada grão minúsculo

Da multiplicidade de formas e cores

Das sobreposições

Das forças que ditam qual deles fica por cima

Numa caótica hierarquia

 

Entretive-me a brincar com a areia

Afaguei-a no aconchego da minha mão

Um punhado de grãozinhos brilhantes

Uma mão-cheia de pequenos nadas

Que deixei escorrer entre os dedos

Levados pela brisa do mar

Embrulhados nos meus pensamentos

 

Agosto de 2020

20200618_151829.jpg

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.