Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um pássaro sem poiso

Palavras soltas, livres, voando por aí

Um pássaro sem poiso

Palavras soltas, livres, voando por aí

07.01.20

A vida (não) é simples


Isa Nascimento

Já vi e ouvi várias vezes a citação “A vida é tão simples, nós é que teimamos em complicá-la”, ou algo semelhante. No entanto, apesar da frequência com que nos surge, não posso deixar de estar em completo desacordo com esta afirmação.

A vida não é simples. Nem sei se alguma vez foi. Mesmo quando o crescimento era controlado por princípios rígidos que impediam escolhas individuais de profissões, cônjuges ou locais de residência, não terá sido simples decidir entre aceitar a imposição ou rebelar-se contra ela.

Eu vejo-a mais como uma luta, uma luta de sobrevivência diária.

Viver é sobreviver a uma sequência infindável de opções que nos podem levar para onde não queremos ir.

A realidade é que somos obrigados a escolher desde muito pequenos. Primeiro é a cor do brinquedo, depois é o estilo de roupa, a escolha da área académica, aceitar ou não o pedido de namoro, casar e ter filhos ou investir apenas na carreira profissional...

Enfim, uma lista infindável de decisões que temos de ir tomando ao longo da vida e que a tornam tudo menos simples. Talvez o adjetivo correto não seja “complicada”, mas será com certeza complexa. Será simples decidir não ficar irritado quando alguém passa à nossa frente na fila do supermercado ou não ter inveja do carro novo do vizinho, mas decidir aceitar ou não uma nova proposta de emprego já não será assim tão simples, pois o impacto dessa decisão afetará várias áreas da vida.

É certo que há quem complique ainda mais a natural complexidade da vida, preocupando-se com problemas alheios e impedindo a construção da sua própria felicidade, mas não podemos dizer que é simples educar um filho, aceitar a morte de um ente querido ou ver o produto de uma vida de trabalho destruído num terramoto, incêndio ou noutra catástrofe qualquer.

Percebo que quem propaga essa citação queira deixar os demais esperançados, mais confiantes num futuro que, às vezes, parece assustador, mas acho que não passa de uma afirmação redutora daquilo que considero a mais complexa das ações: viver.

20190804_122410.jpg

Imagem de Points Of You

16 comentários

Comentar publicação