Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um pássaro sem poiso

Palavras soltas, livres, voando por aí

Um pássaro sem poiso

Palavras soltas, livres, voando por aí

26.10.21

Insuficiente


Isa Nascimento

Meros fragmentos, os poemas.

Vislumbres de um cenário fugaz,

Pedaços de vida ressentida

Em mil frações repartida.

 

Meros apontamentos, os versos.

Nunca chegam, nada abarcam,

Preenchidos de palavras insuficientes,

Cingindo tão pouco deste tanto

Que cá dentro sinto.

 

Meros reflexos, esta minha poesia.

Um engano, uma promessa vã

Onde tudo cabe e tudo sobra

Deste meu inconformado ser.

 

Novembro de 2020

20200223_181007

 

8 comentários

Comentar publicação