Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um pássaro sem poiso

Palavras soltas, livres, voando por aí

Um pássaro sem poiso

Palavras soltas, livres, voando por aí

26.03.21

Invisível


Isa Nascimento

É tão fácil pisar a flor à beira do caminho

Enquanto praguejamos contra as pedras

Que nos dificultam a jornada

 

Nem a vemos, cegos, no alto da nossa soberba

Indiferentes à sua delicada existência

Que tanto nos pode ensinar

 

Poucos são os que olham o chão que pisam

Preferindo deixar-se levar sem ver por onde

Aliviando assim o peso da consciência

E o fardo da responsabilidade descartada

 

Poucos são os que param para a apreciar

Rendendo-se ao seu encanto frágil

Protegendo-a do desprezo e do desdém

Tantas vezes dedicado às pequenas flores da vida

 

Outubro de 2020

20200516_163331.jpg

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.