Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um pássaro sem poiso

Palavras soltas, livres, voando por aí

Um pássaro sem poiso

Palavras soltas, livres, voando por aí

30.08.21

Mente


Isa Nascimento

Não chego nunca a sossegar-te.

Mesmo que rédea solta não te dê

Acabas sempre por te intrometer,

Sorrateiramente, dizendo-me coisas inesperadas,

Ostensivamente, ensurdecendo-me com a tua voz,

Levando-me para longe contra o meu querer.

 

Tudo tentei para te domar, em vão

Quis sossegar esse galope selvagem e desenfreado

Que me atormenta e tanto mente,

Obrigando-me a um corrupio constante

Entre porquês e perguntas impossíveis de responder.

 

Essas mentiras que inventas

Para te entreteres zombando de mim,

Atiram-me à cara fragilidades envelhecidas,

Fazendo-me refém dos erros passados,

Martirizando-me por um futuro que prevês soturno.

 

E assim me enganas sob o meu próprio teto,

Fazendo troça por não conseguir calar-te,

Mesmo que te suplique por um segundo de silêncio

Só para eu poder descansar…

 

Agosto de 2021

20200802_125845

 

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Isa Nascimento

    01.09.21

    eu penso que há sempre alguma luz no meio da escuridão, mesmo.nos dias mais difíceis.
    Dia feliz Di!
  • Imagem de perfil

    Di

    01.09.21

    É assim que temos que pensar sempre!
    Beijinhos
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.