Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um pássaro sem poiso

Palavras soltas, livres, voando por aí

Um pássaro sem poiso

Palavras soltas, livres, voando por aí

20.04.20

Metamorfose


Isa Nascimento

No canteiro estava uma flor

Exuberante e viçosa

Com várias camadas de pétalas

De vários tamanhos e formas.

Guardava ainda as lágrimas da chuva

Brilhantes, ao sol da manhã

Que sacavam lentamente.

 

Vi a minha vida naquela flor

Em cada pétala uma memória

Em cada gota uma ilusão

Em cada vinco uma aprendizagem.

 

Nas sobreposições os capítulos passados

Na cor vistosa a teimosia.

 

Um conjunto harmoniosamente imperfeito

Aguardando sem saber bem o quê.

 

Fevereiro de 2020

20200229_105820.jpg