Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um pássaro sem poiso

Palavras soltas, livres, voando por aí

Um pássaro sem poiso

Palavras soltas, livres, voando por aí

21.05.20

Ocaso


Isa Nascimento

Saí de casa para ir ver o pôr-do-sol

Não me lembro de alguma vez o ter feito antes

Mas hoje lá fui, de propósito, contemplá-lo

Um maravilhoso ocaso em todo o seu esplendor.

 

Sentei-me num banco e fechei os olhos

De pálpebras cerradas vi as suas cores

Tons de fogo salpicados de preto

Piscando, flamejantes, como uma lareira.

 

Estava frio e soprava um vento indeciso

Que dançava com o meu cabelo

Atirando-o para um lado e para o outro

Acariciando o meu rosto num afago terno.

 

E assim fiquei por uns instantes

Contemplando o fim de mais um dia

Deixando-me envolver no abraço frio

Da nortada anestesiante.

 

Maio de 2020

20200518_202201.jpg

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.