Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um pássaro sem poiso

Palavras soltas, livres, voando por aí

Um pássaro sem poiso

Palavras soltas, livres, voando por aí

18.02.20

Olhar e não ver


Isa Nascimento

Tantas vezes olhei sem ver.

Olhei para os semáforos, para o trânsito, para as pessoas.

Olhei a fugir da chuva e do vento. Olhei a perseguir o sol… sem nunca ver os candeeiros daquela rua.

Vivo naquele bairro há quatro anos, numa zona que conheço há vinte, e nunca tinha reparado que os candeeiros do outro lado do cruzamento são diferentes dos do lado de cá.

 

Quantos outros detalhes terão também escapado ao meu olhar? Terei sido incapaz de ver algo importante, por não ter conseguido “olhar com olhos de ver”?

20200217_085345[1].jpg

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.