Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Um pássaro sem poiso

Palavras soltas, livres, voando por aí

Um pássaro sem poiso

Palavras soltas, livres, voando por aí

29.10.19

Os dias sempre iguais


Isa Nascimento

Uma velha antena de televisão

abana no topo do telhado

Fustigada pelo vento e pela chuva

enferrujada e oscilante

Vergada ao sabor do vento

e da intempérie

 

De braços abertos,

pedindo ajuda

ou agradecendo a resiliência

que lhe permite aguentar

as sovas da tormenta

o peso dos vendavais

os dias sempre iguais

 

Março de 2018

20180814_075045.jpg